Tag Archives: Story Games

A Experiência Analógica #1 – Porque fazer tantos jogos?

support-unlock

Sorry English readers! The English version of this one is coming soon!

Enfim está online a primeira edição da Experiência Analógica, Analog XP em português! Por causa do tema que eu normalmente abordo nas edições em inglês sempre achei que a revista em português seria mal aceita, já que o público por aqui é muito apaixonado pelos sistemas mais clássicos que não é tanto a onda desta publicação. Porém depois de muito incentivo por parte da comunidade eu decidi criar um texto que fosse atraente para o público daqui.

Acreditem, estou muito mais ansioso com o lançamento desta edição que qualquer outra em inglês. Passei a noite revisando esta edição, corrigindo cada curvinha, e sempre encontrando mais e mais errinhos… aliás… essa é a diferença sobre publicar lá fora e no Brasil. O brasileiro é MUITO mais exigente. E mais pesado ao despejar suas críticas. Porém acredito que o papel da Analog XP é justamente amaciar os corações de quem lê. Explicar, informar, tentar iniciar uma conversação. Certamente vamos ter críticas, mas se a revista que teoricamente quer fazer as pessoas romperem os preconceitos for a primeira a se embarreirar pelos mesmos motivos, não estaríamos dando um exemplo adequado. Uma produção independente, que na data de lançamento mal rende 30 reais por mês ao seu único redator, cuja única divulgação é seu facebook e o próprio empenho dos amigos da comunidade de desenvolvimento independente. Novamente conto com a ajuda de todos vocês pra fazer esse projeto estourar!

Obrigado e continuem fazendo XP!

E o que vamos ler nesta edição?
+ O QUE É RPG (PARA RPGISTAS)
O RPG não morreu. Na verdade não somente as publicações nunca pararam como estamos vivendo um aquecimento enorme do mercado. A diferença é que os jogos estão… diferentes. Mas com tantos jogos por aí porque fazemos ainda mais jogos?

+ JOGOS ANALÓGICOS NO BRASIL
Conhece a história dos jogos analógicos no Brasil? De D&D à Numenera, de Banco Imobiliário a Colonizadores de Catan, o que será que mudou em 30 anos?

+ CONCURSO FAÇA VOCÊ MESMO 2015
Conheça todos os jogos narrativos publicados neste concurso. Foram 36 jogos feitos por autores independentes e que prometem muitas novidades em 2015!

download_but

The Analog XP – Issue #5

support-patreon

So issue number 5 is finally online! This was a very cool month here in Brazil with a lot of different discussions. We had presidential elections and most people were really into discuss almost about anything! On top of that many talks about how our market is going. Our economy still favor the internal market what makes international shipping almost impossible for us, and that shouldn’t change anytime soon since our last president got re-elected. So the best I can do for now is keep working on digital content!

In this Analog XP you will find:
+ GAMES AS ART?
The old discussion about games as a new art form gains a new perspective through story games

+ STORY VS CHALLENGE
Should this be something to discuss at all?

+ DESIGN MATTERS
A look on how Brazilian games really care for their looks and how could that affect gameplay

+ Full Game: LOOKING FOR HOME
A profound solo game focused at the search for things to really care for

download_but

The Analog XP – Issue #4

support-patreon

Great content at this edition! Since the game is only 3 pages large I decided to deliver more articles. Actually that and there were much things I wanted to talk about Gen Con 2014, the Brazilian cons and this theory about Narrative DNA.

But, woa! The first Analog XP after returning from Gen Con!

So now things change a little and I guess the content will be something really enjoyable. After spending the first 3 issues introducing our community, I’ll start introducing some of my personal theories and also some thinkings from some other game designers around here. At this issue me and Eduardo Caetano will talk a little about how all this time reading and playing foreign games really changed the way we think about games, heavily inspiring us in our first attempts, both really successful. But we will also talk about Julio Matos thinking on why we shouldn’t call all the games we play RPG. That is something we discuss a lot around here and seems to be not that frequent in the US discussions. Let’s find out.

Please send me all your impressions, sugestions, complaints and also portuguese to english corrections. I’m getting a little too confident but I don’t want to be overconfident. That’s when most errors appear.

You will read on The Analog XP #4:
– GenCon 2014:
We were at the best four days in gaming and here is our experience
– Narrative DNA:
Years playing foreign games defined a generation of Brazilian RPGs, but did something change now?
– Why I Abandoned RPG:
Julio Matos says why the term RPG is not so good to define most of our narrative indie games
– FULL GAME: Metroyska Journal
A breathtaking three player game about treason, war, and survival inside a sunk soviet submarine at the bottom of the ocean

download_but